Rippex

Comprovantes de Endereço válidos

Apesar de não haver uma legislação que defina quais são os documentos que podem ser considerados como comprovante de residência, o governo federal possui uma lista daqueles que são aceitos em seus procedimentos e que norteiam a aceitação das demais entidades quando da solicitação de comprovação de moradia.

São eles:

  1. Contas de consumo de água, energia elétrica e telefone – fixo ou móvel
  2. Contrato de aluguel que esteja em vigor, com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório, acompanhado de um comprovante de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel
  3. Declaração do proprietário do imóvel, com firma reconhecida em cartório, acompanhada de um comprovante de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone
  4. Declaração anual do Imposto de Renda Pessoa Física
  5. Demonstrativos ou comunicados do INSS ou da SRF
  6. Contracheque emitido por órgão público
  7. Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho
  8. Boleto bancário de mensalidade escolar ou plano de saúde, condomínio ou financiamento habitacional
  9. Fatura de cartão de crédito
  10. Extrato/demonstrativo bancário de outras contas, corrente ou poupança, empréstimo ou aplicação financeira
  11. Extrato do FGTS
  12. Guia/carnê do IPTU ou IPVA
  13. Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos
  14. Infração de trânsito
  15. Laudo de avaliação de imóvel pela Caixa
  16. Escritura ou certidão de ônus do imóvel.

 

No caso de não possuir nenhum comprovante em seu nome podemos aceitar:

  1. Comprovante de endereço em nome dos pais se estes constarem no documento de identidade fornecido.
  2. Comprovante de endereço em nome do cônjuge acompanhado de certidão de casamento.
Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 3 de 3